Patrocinado


Você está em: Benfica 2021 - Jogo de Hoje

O Sport Lisboa e Benfica ComC • MHIH • OB é um clube multidesportivo sediado na freguesia de São Domingos de Benfica, em Lisboa. O seu ecletismo, historial e forte base de adeptos fazem do Benfica um dos Grandes clubes de Portugal e um dos mais prestigiados a nível mundial.

As cores do clube são vermelho e branco, a equipa tem a alcunha de Águias ou Encarnados e os seus apoiantes são chamados de Benfiquistas. A principal modalidade do clube é o futebol, mas distingue-se também noutras, como o andebol, o basquetebol, o futsal, o hóquei em patins, o voleibol, entre outras.

História

Foi eleito pela FIFA o 12.º maior clube de futebol do século XX e foi considerado pela IFFHS como o 9º melhor clube europeu do século XX, sendo o primeiro entre os clubes portugueses. O Benfica é o clube mais bem sucedido em Portugal (84 títulos). O Benfica ganhou 37 títulos da Primeira Liga, 26 Taças de Portugal (com um recorde de 10 dobradinhas), 7 Taças da Liga, 8 Supertaças Cândido de Oliveira e 3 Campeonatos de Portugal. Em 2014, o Benfica conquistou o inédito triplo (triplete) da Primeira Liga, Taça de Portugal e Taça da Liga. Também ganhou a Supertaça, tornando-se o único clube a ganhar os quatro títulos domésticos num ano. A nível internacional, conquistou duas Taças dos Campeões Europeus, ambas no início dos anos sessenta (1960/61 e 1961/62), a segunda delas com a ajuda do lendário Eusébio, um eterno símbolo benfiquista, que após o final da sua carreira se tornou um embaixador itinerante do Benfica e de Portugal. O Benfica tornou-se a primeira equipa portuguesa na história dos campeonatos a completar 30 jogos sem perder, nomeadamente nas épocas 1972–73 e 1977–78. Também na época 72-73, o Benfica conseguiu a maior diferença de sempre de pontos do campeão para o segundo classificado (18), num sistema em que era atribuído 2 pontos por cada vitória. O Benfica também tem o recorde europeu para o numero de vitórias consecutivas numa liga domestica (29), entre 1971–72 e 1972–73, assim como o recorde de maior numero de jogos sem derrotas (56), entre 1976–77 e 1978–79. Segundo a BBDO, a marca Benfica ocupava, em 2007, a 17.ª posição das marcas de futebol mais valiosas da Europa.

A águia à porta do Estádio da Luz.
Fundação: 28 de Fevereiro de 1904
SAD: 10 de Fevereiro de 2000
Número de sócios: Cerca de 157 000
Estádio: Do Sport Lisboa e Benfica – Popularmente conhecido como Estádio da Luz, Catedral ou Inferno da luz
Lotação oficial: 65 400
Dimensões do Relvado: 105 x 68 metros
Presidente: Luís Filipe Vieira, eleito em 3 de Novembro de 2003 – 33.º presidente – reeleito para um 4º mandato, a 26 de Outubro de 2012

Eusébio em 1968, lendário jogador do Benfica, que vestiu a camisola da equipa de 1961 a 1975.
Segundo um relatório da UEFA, o SL Benfica é o clube europeu que maior percentagem de adeptos concentra no seu país, reunindo 47 por cento das preferências à frente dos 45 por cento do Steaua de Bucareste, na Roménia.

O seu antigo jogador, Eusébio, considerado por muitos como um dos melhores jogadores de sempre, recebeu vários prémios internacionais de entidades prestigiadas (FIFA, UEFA, BBC, IFFHS, etc.) e de revistas da especialidade (France Football, Placar, etc.).

Sócios e adeptos

Segundo o Guinness, em 2006 o Benfica era o clube do mundo com mais sócios activos, cerca de 160.000, atingindo em 2014 os 235.000 sócios. Este número foi confirmado pela FIFA na revista The Weekly em Fevereiro 2014, o que fez do SL Benfica o clube com maior número de sócios do mundo. No final do processo de renumeração levado a cabo pelo Benfica, algo a que está estatutariamente obrigado de dez em dez anos, o Benfica viu o número de associados cair abruptamente. Assim, dos 247.859 anunciados em Maio de 2015 os “encarnados” passaram para 156.916. Em 27 de novembro 2015, o FC Bayern Munique anunciou durante a assembleia geral que tem 270.329 sócios, que faz os bávaros o maior clube desportivo do mundo. Além de ser o clube português com maior número de adeptos, é segundo a UEFA o clube europeu com a maior percentagem de adeptos no seu próprio pais, com um valor na ordem dos 47 por cento e o maior clube do mundo no que a número de sócios diz respeito de acordo com a FIFA e o Guiness World Records.

É o vigésimo sexto clube de futebol mais rico do mundo, em termos de lucro, com um volume de negócios anual de cerca de €126 milhões,[36] e está avaliado como a trigésima oitava marca futebolística mais valiosa no mundo.

O lema do Benfica é “E pluribus unum” (De muitos, um) e o seu hino oficial é “Ser Benfiquista” sendo o segundo que o clube conheceu.

“Barbas” é um conhecido adepto benfiquista
Os adeptos do Benfica frequentemente denominam-se de benfiquistas, a fim de mostrar a sua dedicação ao clube.

Associados
O número, a 30 de Dezembro de 2006, oficial de sócios pagantes era de 160 398.

Nesse dia, o clube entrou para o Livro dos Recordes do Guinness pelo feito alcançado e em 2006 o Benfica era o clube com mais associados (sócios activos) no mundo.

As receitas provenientes do pagamento das quotas representaram 12% do proveitos totais do clube em 2005. Cerca de 17% do número total de sócios são do sexo feminino. 56% dos sócios tem menos de 34 anos, sendo que 23% são menores.

Em 2009, segundo a Football Finance, tinha cerca de 171 000 sócios.

Segundo a FIFA o clube tinha, em 2014, cerca de 235 000 sócios com quotas em dia o que mas uma vez lhe valeu a revalidação do título de “Maior Clube do Mundo”.

Uma recontagem de Sócios, em 2015, revelou que que o número de sócios pagantes tinha decrescido para cerca de 157 000, sendo que, com estes números, deixou de ser o clube com mais sócios em todo o mundo.

Sócios por distrito
Lisboa – 48,4% (68.639)
Setúbal – 11,4% (16.167)
Outros – 11,2% (15.883)
Porto – 5,8% (8.225)
Santarém – 4,8% (6.807)
Leiria – 4,1% (5.815)
Exterior – 3,6% (5.106)
Faro – 3,3% (4.680)
Braga – 3,1% (4.396)
Aveiro – 2,5% (23.546)
Coimbra – 1,8% (2.552)
Total – 235 000 (aproximadamente)
Casas do Benfica

O emblemático símbolo da Casa do Benfica da cidade de Almada.
1914 marcou o início da expansão dos núcleos benfiquistas. Atualmente existem Casas do Benfica em todo o território português. Podem também ser encontradas em empresas.

Nas Casas do Benfica pode-se regularizar as quotas de sócio de forma rápida e eficaz, comprar bilhetes para os jogos do Benfica e até votar nas eleições para a presidência do clube (nas Casas do Benfica de Vila Nova de Famalicão, Coimbra, Évora e Faro os sócios podem votar por voto electrónico).

Em Fátima, por estar situada junto à Avenida e Rotunda dos Pastorinhos, dá origem a grandes celebrações aquando de vitórias de campeonato e a ponto da referida rotunda ser chamada de “o Marquês de Fátima” (em alusão comparativa às celebrações benfiquistas da Rotunda do Marquês de Pombal em Lisboa.

Claques organizadas
Nenhum destes grupos organizados está legalizado, nem nunca manifestou intenção de se registar no Conselho Nacional do Desporto (CND), pelo que não são legalmente apoiados pelo clube.

Economia
Em relação à última década, o ano em que a economia mais cresceu foi em 2010, expandindo 1,9%, precisamente um ano em que o SL Benfica foi campeão. Em 2014 o campeonato conquistado tem também um significado simbólico, já que depois de três anos de troika, em que o FC Porto foi tricampeão e em que a economia esteve sempre em recessão (-1,3% em 2011, -3,2% em 2012 e -1,4% em 2013), 2014 marca o regresso do crescimento em 1.2%.

Olhando para o consumo privado, a tendência é muito semelhante, pois sempre que o Benfica foi campeão, o consumo teve um comportamento positivo. E, mais uma vez, só em 2005 é que cresceu menos do que no ano anterior – que foi, recorde-se, o ano do Euro 2004. Em 1994 o consumo expandiu 0,8%, em 2005 2,1%, em 2010 1,9% e em 2014 cerca de 1,3%..

Símbolos e cores
Na fundação do Sport Lisboa e Benfica ficou definido que o clube teria como símbolos fundamentais as cores vermelho e branco, uma águia e que adoptaria a divisa “E Pluribus Unum”, de maneira a definir a união entre todos os associados.

O emblema é composto por uma águia, que simboliza independência, autoridade e nobreza, um escudo com as cores do clube (vermelho e branco), e a sigla SLB de “Sport Lisboa e Benfica” sobre uma bola de futebol, tudo sobreposto sobre uma roda de bicicleta que foi retirada do emblema do Grupo Sport Benfica e representa o ciclismo como uma das modalidades do clube.

O lema do clube, “E Pluribus Unum”, que em latim significa “De muitos, um”, também está presente.

Antes de cada partida em casa, uma águia-de-cabeça-branca, chamada Vitória, voa em torno do Estádio da Luz várias vezes, acabando por aterrar em cima do escudo benfiquista, completando o emblema e criando uma versão real do emblema do clube.

Evolução do emblema
Abaixo nota-se a evolução do emblema entre 1904 e 2011. O atual emblema teve origem em 1908, com a fusão do Sport Lisboa com o Grupo Sport Benfica. Este teve ainda, reformulações em 1930 e 1999, esta última, essencialmente um reposicionamento da águia. No futebol, o clube tem vindo a adoptar emblemas comemorativos das conquistas “encarnadas” no futebol, com a inclusão de estrelas no topo do emblema atual.

Terras do Desembargador (1906)
As Terras do Desembargador foram um espaço desportivo fundamental para a evolução do futebol em Lisboa e em Portugal.

Vista exterior do Estádio da Luz
O Estádio da Luz, oficialmente chamado como Estádio do Sport Lisboa e Benfica, é um estádio de futebol situado em Lisboa, com capacidade de 64 642 Foi inaugurado a 25 de Outubro de 2003, num jogo entre o Benfica e o Nacional de Montevideo do Uruguai, sendo a partida vencida pelo Benfica por 2–1, com dois golos de Nuno Gomes. É também conhecido como “A Catedral” pelos adeptos benfiquistas.

A sua construção deve-se ao facto de, no âmbito da realização do Euro 2004, o antigo Estádio da Luz (um dos maiores estádios do mundo, com 120 000 lugares) ser demolido, tendo sido construído em local adjacente, o novo estádio, com uma capacidade oficial de 65 400. O Estádio da Luz foi palco de várias partidas do Euro 2004, incluindo a final.

A autoria do projecto do novo estádio é da empresa australiana Populous, a mesma que projectou o Estádio Olímpico de Sydney e o Estádio do Algarve, entre outros e projectou este estádio para usar iluminação natural tanto quanto possível.

Panorama do Estádio da Luz.

O Benfica possui um centro de formação e estágio no Seixal. O complexo é chamado de Caixa Futebol Campus, devido ao patrocínio da Caixa Geral de Depósitos. Foi inaugurado em 22 de Setembro de 2006. É neste complexo que a equipa profissional treina diariamente, bem como as equipas juvenis do clube. É literalmente, a casa de todo o futebol “encarnado”, já que vivem no complexo inúmeros elementos integrantes das equipas juvenis do Benfica.

Rivalidades
Ver artigo principal: Os Três Grandes
O Benfica tem como principais rivais o Sporting e o FC Porto, que, juntamente com o clube da Luz, formam os Três Grandes. Os três clubes são, geralmente, os três primeiros classificados do campeonato português e são os clubes com mais adeptos em Portugal. A rivalidade entre os três clubes alastra-se pelas várias modalidades praticadas por Benfica, Sporting e FC Porto.

O Dérbi de Lisboa

Devido à história do clube, o principal rival é o clube do bairro vizinho Sporting Clube de Portugal. O Benfica vs Sporting é o principal dérbi da cidade de Lisboa, sendo o mais importante dérbi de futebol de Portugal. A rivalidade teve origem em 1907, quando oito jogadores do Benfica mudaram para o mais abastado Sporting em busca de melhores condições de trabalho.

O Clássico

O outro grande rival do Benfica é o FC Porto, no chamado “Clássico”. O Benfica vs FC Porto é o jogo mais importante do futebol português. Esta rivalidade tem crescido nos últimos 20 anos e tornou-se num dos maiores clássicos do mundo. A animosidade ou rivalidade desenvolvida a partir da primeira metade do século XIX entre as duas maiores cidades de Portugal, nascida com o desenvolvimento industrial e a nova influência política da cidade do Porto (sobretudo a partir do liberalismo) – ou da “animosidade” na mesma cidade face à capital ou face ao poder central e mais tarde entre os seus clubes de futebol mais bem-sucedidos, está enraizada na história política, cultural e desportiva, sobretudo do século XX.


Patrocinado